terça, 07 March 2017 11:25

Mastigar e Ensalivar bem porquê?

 

Mastigar e ensalivar bem porquê?
“Se a Terra é nossa mãe, os grãos, quando completamente mastigados, são nosso leite materno”
Françoise Rivière
Na rúbrica de hoje na Rádio do Concelho de Mafra recordei a importância da boa mastigação e da ensalivação. Digo recordei, porque todos aprendemos na escola esta necessidade básica, mas a correria da vida e o excesso de estímulos nos fazem literalmente atropelá-la.
A atitude que temos ao comer, ou seja, a mastigação e a ensalivação é tão vital como os alimentos que escolhemos para comer.
Os orientais consideram que a saliva é um líquido fortemente carregado com energia electromagnética e que tem propriedades curativas, pelo que devemos fazer um esforço para ensalivar bem os alimentos ingeridos.
Sim, uma boa digestão começa com a mastigação.
Na realidade, o processo da digestão dá os seus primeiros passos quando começamos a ver e a cheirar os alimentos, daí a expressão popular “comemos com os olhos”.
Quando os colocamos na boca, por acção da saliva e da enzima ptialina, começamos a desdobrar os hidratos de carbono complexos em hidratos de carbono mais simples. E quem mastiga mesmo bem, apercebe-se que alimentos como a cebola, cenoura ou arroz, se tornam cada vez mais doces. (O que confirma a questão que eu falo sempre, que os cereais e legumes são os açúcares complexos que verdadeiramente precisamos). Em seguida, os alimentos são digeridos no estômago, onde as proteínas começam a ser desdobradas em aminoácidos, por acção da pepsina e do ácido clorídrico. Posteriormente no duodeno, por acção dos sucos pancreáticos e biliares digerimos as gorduras e na fase final da digestão, no intestino delgado, finalizamos a digestão dos diferentes nutrientes.
Uma mastigação e ensalivação cuidadas trazem enormes benefícios Vitalizantes para a saúde, para além da melhoria da digestão (um problema tão atual):
- Redução do volume de alimento necessário - obtemos o máximo de nutrição a partir de uma quantidade menor de alimento, diminuindo o apetite, contribuindo para o desinchaço do estomago e redução de peso;
- Maior calma e relaxamento - Mastigar bem é um dos melhores tratamentos anti-stress existentes;
- Clareza de pensamento e raciocínio Se respirarmos adequadamente quando mastigamos, o cérebro é mais irrigado com oxigénio e consequentemente pensamos de uma forma mais clara. Esta questão é confirmada na língua japonesa, com a palavra “mastigação” que significa "boa compreensão";
- Menos desejo de comer açúcar e doces em geral – Como já falei anteriormente, ao desdobrarmos convenientemente os açúcares complexos em açúcares simples, sentimos menos vontade de comer doces e sobremesas;
- Criação de uma condição mais alcalina no corpo - . A saliva é um líquido fortemente alcalino que quando bem misturada com a comida contribui para um ph mais alcalino, um corpo saudável e Vitalziante. (Uma alimentação baseada em produtos animais e açúcares simples tende a criar uma condição mais ácida);
-Dentes e gengivas mais fortes – A boa mastigação, o bom uso dos dentes, origina a uma condição mais alcalina na boca contribuindo para a saúde das gengivas e dos dentes;
- Maior capacidade de auto-cura - Pessoas que mastigam bem têm uma muito maior capacidade de recuperar de problemas de saúde.
Mastigar pelo menos 30 vezes cada garfada e pousar os talheres entre cada garfada; de forma a estimular bem os dentes e gengivas e ter uma boa digestão mastigar duma forma espirálica, utilizando todos os dentes.
É de salientar que para uma boa e Vitalizante mastigação há que comer com calma, sentado, com a coluna direita e descontraído, respirar profundamente evitando estímulos externos como a televisão, o telemóvel, etc. A bem dizer, o momento da refeição é aquele momento que devemos dedicar a nós, como uma meditação ou que aproveitamos para estar com os nossos ente-queridos.

Uma caminhada de dez minutos depois das refeições, também nos ajuda bastante na digestão e na revitalização do nosso corpo.
Estas práticas que na maioria das vezes são ignoradas por diversas razões da nossa sociedade actual, são um investimento Vitalizante na nossa saúde pois quem se dispuser a gastar mais tempo a comer e a mastigar melhor, receberá inúmeros benefícios no seu bem estar físico e clareza mental e terá muito mais energia para enfrentar os desafios da vida.
Bom e Vitalizante apetite
Paula Perdigão
(fontes http://www.institutomacrobiotico.com/pt-pt)

 

 

Publicado em Artigos
domingo, 28 August 2016 20:12

“KETCHUP” DE CENOURA

“KETCHUP” DE CENOURA
Perante a existência constante de receitas com “ketchup” ou molhos à base de tomate resolvi criar esta receita.
Mas porque não usar tomate?
O tomate é um fruto acidificante, por isso na alimentação tradicional do oriente ele não é recomendado.
Mas cabe a cada um de vocês pesquisar sobre este assunto e decidir o que tem mais lógica e seguir.
Enquanto isso, deliciem-se com o meu:


1kg de cenoura cortada em rodelas
500gr de cebola cortada em cubos
3 dentes de alho
1 colher de sopa de aipo picado
2 colheres de sopa de manjericão picado
15 gr de gengibre
70 gr de miso
1 folha de louro
Pimenta preta da Jamaica

Aquecer uma panela de pressão e colocar 4 colheres de sopa de azeite, espalhar o azeite na panela e colocar a cebola com uma pitada de sal, o louro, a pimenta. Mexendo de vez em quando deve deixar-se, de panela aberta que a cebola liberte o seu aroma picante.
Misturar o aipo e o manjericão.
Colocar a cenoura fazendo uma camada, 300ml de água, uma pitada de sal e cozinhar na pressão por 15mn.
Numa pequena frigideira refogar com uma colher de sopa de azeite, o gengibre e o miso por alguns minutos.
Bater no liquidificador o refogado de cenoura com o de gengibre e levar ao lume a apurar em lume brando por 15mn.

Este molho substitui perfeitamente o ketchup, pode carregar-se mais num ou noutro tempero conforme o gosto de cada um.
Pode ser usado em pratos de esparguete, lasanhas, pizzas e onde mais se use ketchup.
Pode ser conservado congelado ou em frascos de compota fervidos para se lhe retirar o ar.
http://conversasnutritivas.blogspot.pt/2013/09/ketchup-de-cenoura.html

Publicado em Molhos

250gr de repolho
250gr de cebola em gomos de 3mm
150gr de cenoura em palitos de 2mm
1 lata de conserva de Cavala La Gondola
Pimenta do reino
Massa 400ml de farinha de trigo integral (com 30% de branca)
1 colher de café de fermipan rasa
2 colheres de sopa de óleo
1 80ml de água morna
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de araruta dissolvida em 100ml de água fria

 

sábado, 03 May 2014 12:27

Pão Pita com Sardinhas La Gondola Bio

Ingredientes
150gr de cebola cortada em gomos finos
150gr de cenoura raldada
1 lata de sardinha La Gondola Bio
3 pão pita

Refogar a cebola e a cenoura, temperar com shoyu e juntar a sardinha
Cortar o pão pita ao meio ficando com 2 meias luas
Rechear o pão e se quiser pode ainda cortar de novo o pão obtendo assim 4 pedaços de cada pão.


Bom e Vitalizante Apetite

domingo, 13 April 2014 16:28

Cenoura em flor

Publicado em Acompanhamentos

Evento

  • Conversa Aberta Malveira
    Conversa Aberta Malveira Amigos Vitalizantes Nada melhor para começar este novo ciclo de vida (mais um Outono e mais um Inverno) que novos espaços para divulgar a Culinária Vitalizante e Educativa.Por isso, vos convido para o novo projeto…
Portuguese English French Spanish

Newsletter