terça, 14 February 2017 10:23

As Maravilhosas Algas Marinhas

Ao contrário do que se pensa, as algas marinhas são as principais responsáveis pela produção de oxigénio no planeta, o verdadeiro pulmão da Terra .
As algas marinhas fazem muito mais fotossíntese do que as árvores do planeta. Levando em conta toda a população de algas dos oceanos, temos muito mais oxigénio vindo do mar do que gás produzido pelas florestas.
Segundo Francisco Varatojo, as algas são literalmente vegetais marinhos (da mesma forma que as cenouras ou os brócolos são vegetais terrestres) e são utilizadas há séculos na alimentação por povos como os chineses, japoneses, escoceses, irlandeses, islandeses, escandinavos, alemães, assim como pelos índios da América Latina que as utilizavam como medicamento para diferentes males.
As algas são muito ricas em minerais, particularmente cálcio (são muito mais ricas em cálcio do que os produtos lácteos) e em oligoelementos como cobre, zinco, estrôncio, cobalto, níquel, molibdénio, chumbo, estanho, vanádio, bromo, prata, crómio, bário, lítio, bismuto; o seu teor em proteínas é também bastante elevado assim como o teor em hidratos de carbono e vitaminas, possuindo algumas das algas quantidades assinaláveis de vitamina B12 que geralmente se considera só existir em produtos animais.
As mais utilizadas são:
Wakame - de sabor suave, as wakame são principalmente utilizadas em sopas ou confeccionadas em conjunto com os vegetais. Deve demolhá-las durante cerca de 20 minutos e o tempo de confecção é de 15, 20 minutos.
Kombu - excelentes para cozinhar em conjunto com as leguminosas (tornam-nas muito mais macias e digeríveis, evitando a formação de gases intestinais) ou com os vegetais devem também ser demolhadas e demoram mais tempo a cozinhar do que as wakame (30 a 45 minutos ou mais).
Nori - muito em moda actualmente, uma vez que é com esta alga que se faz o famoso sushi, a nori prepara-se tostando-a rapidamente na chama do fogão. Pode comê-la directamente (tem um sabor agradável a peixe) ou parti-la aos pedaços e salpicar sobre a sopa, vegetais ou feijões.
Aramé - alga muito fina que se cozinha com os vegetais, excelente para os órgãos reprodutores femininos (mas também boa para os homens); deve demolhar cerca de 15 minutos e cozinha durante mais ou menos meia hora (ou mais).
Hiziki - textura semelhante à aramé, mas mais espessa e com um sabor a mar mais forte, a alga hiziki tem uma quantidade enorme de cálcio (ver tabela); cozinha como a aramé.
Agar-agar - em flocos ou barra, a agar-agar prepara fantásticas gelatinas de fruta ou de vegetais; excelente para obstipação e para ajudar a perder peso; deve demolhá-la poucos minutos e cozinhar até que a alga se dissolva; deixe depois solidificar e obtém uma gelatina excelente.


Fontes: http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/coral-e-algas-marinhas-vs-arvores-quem-produz-mais-oxigenio.htmlquem-produz-mais-oxigenio.html
E http://www.institutomacrobiotico.com/pt-pt/imp/artigos/alimentacao/algas

Publicado em Artigos

Depois duma amiga da nossa cidade francesa geminada, Villenave d’Ornon, me oferecer chips de legumes, fiquei encantada com mais esta opção de snacks naturais.
Apesar de algumas marcas não serem muito naturais por terem sal refinado, etc. sempre é melhor do que as chips de batata frita, mas também não convém abusar.

Para além disso, a desidratação pode ser uma forma de preservarmos alimentos que temos em excesso da horta, para levar para acampar, para quem espera um holocausto :) etc.

Encantada com este petisco, resolvi pesquisá-lo por cá e confirmei que já encontramos em algumas lojas também em Portugal.
Mas como tenho a mania de aprender como se fazem as coisas, parti para a pesquisa online pois que bibliografia sobre este tema, por cá, é inexistente.
Encontrei livros à venda no “ amazon” em inglês e comprei um em forma de ebook pois que os transportes dos EUA são muito caros, ainda estou a explorá-lo mas parece-me que a informação é superficial.
Para além disso existem receitas em vários sites e no youtub.
Existem receitas para desidratar no forno, mas tenho receio que se gaste muito gaz, e também no microondas mas este para mim está fora de questão.
Existem também vários tipos de desidratadores, os solares que podemos ser nós a fazer ou os eléctricos. Decidi então que iria pesquisar os eléctricos e descobri desde os caríssimos e grandes existem uns jeitosinhos no tamanho e no preço.
Os preços variam muito de site para site e os sites estrangeiros têm o problema dos portes o que encarece ainda mais.
Mas de repente lembrei-me de ir ao OLX e descobri um usado que comprei por 35 euros, poupei pelo menos 25 a 30€. Estava como novo, pelo menos aparentemente, mas ao fim duma semana os tabuleiros começaram a partir-se. Se é da má qualidade ou porque o plástico poderia estar ressequido, não sei. Sei que já gastei mais 24€ a encomendar 4 tabuleiros do site “efeito verde” a 4€ cada um mais portes. Com o tempo vos direi se estes duram ou não.
ATENÇÃO acabei de descobrir que o LIDL vai ter um desidratador jeitoso super barato por 40€ no dia 27/8, quem estiver interessado é de aproveitar, tem graduação de temperatura até 70º e temporizador.
Mas a primeira dica é untarem os tabuleiros sempre que os vão usar pois que os legumes/frutas ao desidratarem colam-se ao gradeado e a pressão necessária para os descolar pode contribuir para danificar os tabuleiros.

Notícia de ultissims hora: chegaram os tabuleiros que encomendei no "efeito verde" a encomenda chegou super rápido,  em 2 dias mas os tabuleiros são ligeiramente menores embora dê para desenrascar. Bem feito para mim que não quis ir comparar com os da minha amiga Salomé,  a que me recomendou este site, por isso atenção às vossas escolhas. 
No próximo post falarei mais deste tema.
Bom e Vitalizante Apetite

Publicado em Artigos
domingo, 13 April 2014 22:23

Manju com legumes

Publicado em Minhas Delícias
domingo, 13 April 2014 22:14

Guioza pasteis ao vapor

Publicado em Minhas Delícias
domingo, 13 April 2014 21:57

Kibe

Publicado em Minhas Delícias

Evento

  • Conversa Aberta Malveira
    Conversa Aberta Malveira Amigos Vitalizantes Nada melhor para começar este novo ciclo de vida (mais um Outono e mais um Inverno) que novos espaços para divulgar a Culinária Vitalizante e Educativa.Por isso, vos convido para o novo projeto…
Portuguese English French Spanish

Newsletter